Buscar
  • Ferraresi Cavalcante

Diferença de PIS/Cofins com exclusão do ICMS é inscrita na dívida ativa



Antes de autuar, a Fazenda Nacional tem inscrito diretamente na dívida ativa da União contribuintes que retiraram o ICMS destacado em nota fiscal do PIS e da Cofins, e não o efetivamente pago. Com a cobrança da diferença, empresas que já têm em mãos decisão judicial final para excluir o imposto estadual do cálculo das contribuições estão voltando ao Judiciário.


Aos casos, está sendo aplicada a Solução de Consulta nº 13, da Coordenação-Geral de Tributação (Cosit) da Receita Federal, segundo a qual deve ser retirado do PIS e da Cofins o ICMS recolhido. Para calcular os créditos e declará-los, porém, os contribuintes estão usando o que constava em nota.


No Judiciário, as empresas alegam supressão de defesa. Para deixar de autuar previamente as empresas, a Fazenda Nacional baseia-se na Súmula nº 436 do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo seu texto, “a entrega de declaração pelo contribuinte reconhecendo débito fiscal constitui o crédito tributário, dispensada qualquer outra providência por parte do Fisco” (Fonte Valor Econômico).

11 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

BRASÍLIA

SBS, Quadra 02, Lote 15, Bloco E, Ed.  Prime Business Convenience,  Sala 407 - DF, 70.070-120

CNPJ: 31.030.095/0001-10

UBERABA

Avenida Santos Dumont, 250

Centro - MG, 38.010-370

GOIÂNIA

Alameda Ricardo Paranhos n.º 799

Salas 118/119

Setor Marista - Goiânia- GO -

74.175-020

logo-vertical-branca-ferraresicavalcante

©2021. Ferraresi Cavalcante - Advogados

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIN
  • Twitter
  • Youtube